Vamos para a praia?

Divulgação Prefeitura de Torres-Neuza Luzz

Guarda-sol, diversão, crepe e picolé. Tudo isso tem na praia de Torres, aquela bem na divisa do Rio Grande do Sul com Santa Catarina, lembra? Mas Torres também tem o Rio Mampituba, a formação rochosa e muita história.

Seja verão, seja inverno, a Sítio do Mato Turismo visita a praia para conhecer um pouco mais a cidade e o que está em volta dela. Aprendemos que a divisão entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina é marcada pelo Rio Mampituba; de um lado está Torres, cidade gaúcha, e do outro, Passo de Torres, cidade catarinense. Mampituba é um nome de origem tupi-guarani, significa “rio de muitas curvas”.

A relação com os indígenas continua. Os primeiros habitantes de Torres foram índios Guaranis Carijós. Eles permaneceram na região até o ano de 1600 aproximadamente, vivendo da pesca, da caça e de práticas agrícolas.

Descobrimos também que o Morro do Farol, o Morro das Furnas e o Morro da Guarita fazem parte de uma formação geológica de rochas magmáticas, originárias de derramamentos de lava vulcânica que aconteceram há milhões de anos. São formados por arenito e por basalto e marcam o início da Serra Geral. Mas Torres ainda tem muito para nos ensinar; sobre lendas, história, lagoas e rochas.

O que você quer saber sobre o Sítio do Mato? Deixe um comentário com a sua sugestão!

por Inverno Studio

Credito da foto: divulgação Prefeitura de Torres/Neuza Luzz

Deixe uma resposta