O pequeno construtor

João-de-Barro

O joão-de-barro é conhecido por ser um passarinho muito inteligente e trabalhador. Seu ninho parece uma casinha e tem até divisões internas dentro dele. O joão-de-barro constrói um ninho novo por ano, mas pode fazer mais de um ao mesmo tempo. Ele trabalha mais em períodos úmidos, em razão da disponibilidade de barro fresco para a construção do ninho.

Nativo da Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai e Uruguai, o joão-de barro é conhecido em cada região por um nome: amassa-barro, barreiro, forneiro, maria-de-barro, oleiro. Mas não é só o nome que muda de acordo com a região. Ao sul, ele tende a ter cores mais acinzentadas e é de menor porte; já ao norte, o joão-de-barro tem cores mais vivas, em tons avermelhados, além de ter uma maior estatura.

O furnarius rufus , nome científico do joão-de-barro, é encontrado em maior quantidade no sul da América do Sul. Em virtude disso, ele virou o a ave símbolo da Argentina em 1928. Por lá, ele é conhecido como honero.

O ninho do joão-de-barro é construído pelo casal de passarinhos. Os casais dessa espécie tendem a ficar juntos por toda a vida. Eles levam até 18 dias para construir o ninho que tem de 17 a 30cm e pode pesar até 12kg. Quando finalizam, a fêmea coloca de 3 a 4 ovos e protege seus filhotes dentro do ninho até que estes possam sair. O joão-de-barro prefere os galhos mais baixos de árvores e troncos secos para se aninhar; no entanto, na cidade, são comumente vistos em postes da rede elétrica.

Várias lendas cercam o joão-de-barro. Uma delas diz que, quando a fêmea é infiel, o macho tranca a saída do ninho até que a fêmea morra, mas isso não é comprovado. Outra história é a respeito da cidade de Sobradinho. A lenda diz que um viajante, quando passava pela cidade, encontrou um joão-de-barro construindo seu ninho. Este lhe falou que o construiria em forma de um Sobradinho, em razão das grandes casas de fazendas da região. Esse encontro do viajante com o joão-de-barro teria dado nome à cidade.

Aqui no Sítio do Mato, muitas vezes recebemos a visita desse ilustre passarinho, que constrói seu ninho com muito zelo nas nossas árvores e cercas.

O que você quer saber sobre o Sítio do Mato? Deixe um comentário com a sua sugestão!

por Inverno Studio

Deixe uma resposta